Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro e pérolas

Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro e pérolas

Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro e pérolas No contexto das celebrações do Centenário das Aparições, a Casa Leitão criou um fio em ouro e pérolas com um pequeno “charm” também em ouro, que é uma folha de azinheira, enriquecido com uma pérola. Este fio evoca a azinheira sobre a qual os pastorinhos viram Nossa Senhora em Fátima. Na folha da azinheira, a árvore, desde tempos antigos, símbolo da ligação do Céu e da Terra. No ouro o sol. Na pérola o orvalho da manhã. Ficha técnica: Fio com “charm” folha de azinheira Peso em ouro 800/1000 7,5gr* Pérolas com 3 mm * 12 unid. Pérolas com 2 mm * 1 unid. Medidas Fio: 45 cm * Charm: 6 x 13 mm * *Peso e dimensões...
Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro e diamante

Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro e diamante

Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro e diamante No contexto das celebrações do Centenário das Aparições, a Casa Leitão criou um fio em ouro com um pequeno “charm” também em ouro, que é uma folha de azinheira, valorizado com o brilho de um diamante. Este fio evoca a azinheira sobre a qual os pastorinhos viram Nossa Senhora em Fátima. Na folha da azinheira, a árvore, desde tempos antigos, símbolo da ligação do Céu e da Terra. No ouro o sol. No diamante o brilho. Ficha técnica: Fio com “charm” folha de azinheira Peso em ouro 800/1000 7,5gr* Diamantes VS, G-H com peso de 0,13ct* 8 unid. Medidas Fio: 45 cm * Charm: 6 x 13 mm * *Peso e dimensões...
Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro

Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro

Fio com “charm” folha de azinheira. Ouro No contexto das celebrações do Centenário das Aparições, a Casa Leitão criou um fio em ouro com um pequeno “charm” também em ouro, que é uma folha de azinheira. Este fio evoca a azinheira sobre a qual os pastorinhos viram Nossa Senhora em Fátima. O simbolismo da árvore como ligação entre o Céu e a Terra tem acompanhado a história da civilização humana. É também neste simbolismo que o fenómeno transcendental das Aparições em Fátima acontece sobre uma azinheira. Ficha técnica: Fio com “charm” folha de azinheira Peso em ouro 800/1000 5,5gr* Medidas Fio: 45 cm * Charm: 6 x 13 mm * *Peso e dimensões...
Fio com “charm” folha de azinheira. Prata

Fio com “charm” folha de azinheira. Prata

Fio com “charm” folha de azinheira. Prata Integrada na obra evocativa dos “100 Anos de Fátima”, a Casa Leitão criou um fio em prata com um pequeno “charm”, reproduzindo uma folha de azinheira. O conjunto remete discretamente à azinheira sobre a qual os pastorinhos retratam a visão de Nossa Senhora em Fátima. O simbolismo da árvore como ligação entre o Céu e a Terra tem acompanhado a história da civilização humana. É também neste simbolismo que o fenómeno transcendental das Aparições em Fátima acontece sobre uma azinheira. Ficha técnica: Fio com “charm” folha de azinheira Peso em prata 925/1000 7,5gr* Medidas Fio: 65 cm * Charm: 6 x 13 mm * *Peso e dimensões...
Fio com “charm” Coroa das Rosas. Ouro e diamante

Fio com “charm” Coroa das Rosas. Ouro e diamante

Fio com “charm” Coroa das Rosas. Ouro e diamante Inspirado na Coroa das Rosas na imagem de Nossa Senhora de Fátima, da Capelinha das Aparições, manufaturada pela Casa Leitão em 1942. Neste fio de ouro, destaca-se o “charm” com a rosa também em ouro onde brilha, no centro, uma gota de orvalho representada por um diamante. A Coroa das Rosas Em 1942 foram confiadas à Casa Leitão as muitas centenas de joias oferecidas pelos portugueses, destinadas a manufaturar uma coroa de rainha para Nossa Senhora. A generosidade das ofertas foi de tal ordem, que se realizou uma segunda coroa, para além da Coroa Preciosa. Esta coroa, igualmente uma coroa de rainha, é manufaturada em prata dourada e decorada com rosas cinzeladas. A coroa está na imagem da Capelinha todos os dias do ano, com exceção de dias de grande festividade em que é colocada a Coroa Preciosa. O tema das Rosas, cinzelado na coroa, transporta também à memória de Isabel de Aragão, mulher do Rei D. Dinis, Rainha de Portugal e posteriormente Rainha Santa Isabel e ao milagre das Rosas. Isabel de Aragão, mulher do Rei D. Dinis, foi Rainha de Portugal em finais do século XIV, tendo sido canonizada como Rainha Santa Isabel . Viviam-se dificuldades no Reino de Portugal e a Rainha saía do palácio para distribuir pão aos pobres. Sendo abordada pelo Rei, numa dessas saídas, e perguntando-lhe este o que levava, respondeu: “São Rosas, Senhor.” Abriu o regaço e o pão escondido foi visto como rosas. Ficha técnica: Fio com “charm” Coroa das Rosas Peso em ouro 800/1000 8,5gr* Diamantes VS, G-H com peso de...